Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

 Workshop foi conduzido por Cláudio Chauke, vice-presidente executivo da Gartner (Foto: Kelvin Gomes)
ASN AL 03/08/22 às 13:13
Compartilhe

Diretores e gerentes do Sebrae Alagoas debatem sobre transformação digital

Por João Paulo Macena - Savannah Comunicação
ASN AL 03/08/22 às 13:13
Compartilhe

Com a velocidade das mudanças globais, os negócios precisam se antecipar e ter a capacidade de resiliência e adaptação de forma mais ágil. Para apoiar as micro e pequenas empresas com esses desafios, o Sebrae Alagoas se prepara cada vez mais. Por isso, realiza constantemente ações de palestras e debates entre os dirigentes sobre os principais temas que envolvem o empreendedorismo.

Finalizando o mês de julho, a instituição reuniu os seus diretores e gerentes para a realização do Workshop sobre Ambição e Liderança Digital. O workshop foi conduzido por Cláudio Chauke, vice-presidente executivo da Gartner, uma das principais empresas globais especializada em pesquisa e consultoria em tecnologia da informação, sendo referência na gestão por meio de informações, métricas e análises a respeito de tecnologia.

Em sua apresentação, ele ressaltou a necessidade de o Sebrae ter convicção da visão, ou seja, qual posição deseja alcançar. Outra demanda, é ter certeza de como irá impactar as micro e pequenas empresas em um futuro próximo.

“Em um ecossistema, todos tem que sobreviver e evoluir juntos. Competidores se tornam aliados em algum momento. Entender isso, trazendo para o mundo dos negócios, significa que não conseguimos fazer mais nada sozinhos. Estamos diante da economia das conexões. Fazer essa mudança de modelo mental é algo fundamental para quando falamos do digital”, afirma.

Cláudio Chauke lembrou que essa economia das conexões não é nova e citou o exemplo dos milenares mercados árabes e do início do comércio com os fenícios. “A principal lógica do mercado árabe não é a venda. É a satisfação do cliente. Os comerciantes desses mercados querem te entregar um valor que espera que você compre. E, nesses mercados, muitas vezes, todos estão juntos, vendendo os mesmos produtos. É um conceito de plataforma. Se eu não tenho o outro tem. No dia que ele precisar, ele vem a mim. É um jogo de ganha-ganha”, enfatiza.

“Se o Sebrae não acompanhar essas mudanças, pode ficar com o portfólio de produtos e serviços que podem ser espetaculares para um momento, mas que não se encaixam com as mudanças. Hoje, é fundamental entender que não adiantam as competências que temos. O ideal é utilizá-las para acompanhar as mudanças. Competência é dinheiro”, conclui o vice-presidente executivo da Gartner.

O diretor técnico do Sebrae Alagoas, Vinicius Lages, ressaltou a importância de discutir a liderança digital no Sebrae, principalmente ao tomar decisões e levar orientações às micro e pequenas empresas locais com base na análise de dados.

“Se quisermos atender e orientar as micro e pequenas empresas, precisamos criar uma cultura de Analytics, trazer dados. Uma casa de negócios como o Sebrae tem que ter um painel com dados. Acelerar o processo de maturidade de Analytics talvez seja um acelerador de maturidade digital aqui”, reforça.

De acordo com o gerente de Tecnologia da Informação e Processos do Sebrae Alagoas, Gustavo Almeida, tudo isso é importante para que o Sebrae tenha uma direção de onde quer chegar nesses temas debatidos.

“Ao mapear os nossos processos, percebemos que existem algumas lacunas que precisamos preencher. É preciso passar por algumas jornadas que envolvem aspectos referentes a gestão de pessoas, tecnológicos e processuais. E a Gartner nos assessora nessas questões digitais, tratando de nuvem, de ambição digital e temas como produtos digitais e metodologia para Analytics. Precisamos debater, buscar integração para que consigamos alcançar essa ambição que temos”, finaliza.

 

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF

Notícias relacionadas